terça-feira, 1 de março de 2011

A Campanha do Cubo Mágico

Está rolando na internet a "CAMPANHA PELA VIDA: CADA UM CUIDA DA SUA".
Todo mundo tá aderindo, achando engraçado e concordando plenamente com o mote da campanha virtual.


Eu não concordei. Queria agora avisar para quem me conhece que eu não estou na campanha, tá? Adoro que cuidem da minha vida. Sintam-se à vontade para cuidar dela quando quiserem.

E sabe qual é a frase mais babaca que eu já ouvi? "Cada um com os seus problemas." É agressiva e tola em medidas iguais. Agressiva porque nenhuma pessoa merece ouvir isso de alguém. E tola porque não conheço ninguém que cumpre o que a frase propõe:
  • É óbvio que você perderia o domingo com seu cunhado no hospital se ele estivesse muito doente e te pedisse uma ajuda.
  • É óbvio que, se o seu vizinho chato for assaltado no meio da noite, você com certeza ficará cuidando dos filhos dele de madrugada enquanto ele vai à polícia fazer um B.O..
  • É óbvio que se o estágiário no trabalho, incapaz e burro, viesse te pedir ajuda você pararia tudo para tentar ajudá-lo.
Para que então ser tão arredio, negando a atenção dos outros e anunciando que não se interessa pelo bem estar alheio?

Eu, sei, eu sei, calma!!! Não sou tão ingênua assim. A frase da campanha na internet não está falando de cuidar dando carinho e amparo, mas "cuidar" no sentido de vigiar, querer saber demais, se intrometer. Mas até nisso eu não concordo:
  • Você não ficaria preocupada se uma amiga se envolvesse com um cara mau caráter, suspeito e agressivo? Eu ficaria.
  • Você não avisaria a família de um grande amigo se descobrisse que ele está usando drogas pesadas e se metendo numa grande encrenca? Eu avisaria.
  • Você não ficaria preocupada ao saber que seu primo gay sofre em silêncio, sozinho, sem ninguém para conversar?  Eu ficaria e tentaria puxar o assunto com ele sem sombra de dúvida.
Se intrometer na vida de um conhecido não é necessariamente um gesto de gente que não tem o que fazer. Pode ser uma atitude de alguém que pára o que está fazendo para se preocupar com o outro.

E a intromissão desmedida dos estranhos (misturada com fofoca e difamação) é mínima e irrisória perto do imenso benefício da presença das pessoas na nossa vida. A não ser que você seja uma celebridade. E se for esse o caso, troque com urgência sua assessoria de imprensa, ok?


E hoje eu, Claudia, vou lançar agora a "CAMPANHA DO CUBO MÁGICO" que tem como filosofia:


VIVER EM SOCIEDADE É COMO ESTAR NUM CUBO MÁGICO.
UMA VEZ QUE VOCÊ SE MISTURA, AS COISAS NUNCA MAIS FICARÃO COMO ANTES.

Ou alguém aí algum dia já conseguiu resolver o cubo? 




Porque não existe nada mais triste do que um cubo que nunca foi misturado por maõzinhas curiosas



E o mote da campanha será:
"ADO AADO VEM MEXER NO MEU QUADRADO!"


Se voces quiserem participar da minha campanha, por favor me ajudem a divulgar.

9 comentários:

  1. É Definitivo, pelo menos por enquanto,Sou fã do seu blog,o que me move é não ter a menor noção de qual será o tema!Abraços !

    ResponderExcluir
  2. Estou amando seus textos.
    Estou prevendo um livro. Em breve. rsrs
    Sério, sou sua fã.
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Adorei Clau!! Apóio 100%! bjos

    ResponderExcluir
  4. Espiritualmente, tive a oportunidade de assistir, essa semana, a uma palestra que se tratava da causa e efeito das enfermidades espirituais. O palestrante disse algumas coisas que fizeram, pelo para mim, muito sentido: Grande parte da sociedade “moderna” fica conectada 24 horas por dia a ferramentas tecnológicas (computador, celular e outros), ou seja, são maquinas conversando com maquinas, esquecendo-se totalmente da saúde espiritual. O convívio social físico/espiritual nos traz inúmeros benefícios. Antigamente as pessoas trabalhavam muitas não tinham telefone, celular e internet em casa, as crianças brincavam na rua de pião, bolinha de gude, pega-pega, esconde-esconde. Os pais, geralmente sentados na calçada, interagiam de forma benéfica junto à sociedade (vizinhos, filhos, familiares e amigos) transferindo uma serie de valores muito diferentes e distantes da nossa sociedade atual. Onde é que tudo isso se perdeu? Clau gostaria de parabenizá-la pela iniciativa, pessoalmente sempre acreditei que ninguém consegue ser feliz sozinho!

    ResponderExcluir
  5. sou leitora curiosa do teu blog, estou gostando, cada materia me da "material" para refletir. Obrigada

    ResponderExcluir
  6. Adooorei seu blog.
    Primeira vez que venho aqui. e já virei fã!
    Tb vou ficar pedindo pra vc lançar um livro!
    Vc escreve MUITO bem!
    Bjos
    Mia Gartenkraut

    ResponderExcluir
  7. kkkkkkkkkkkk sem comentarios muito bom.....

    ResponderExcluir
  8. sEM SENTIDO O QUE VC DISSE, CLARO QUE PARTE TEM RAZÃO, MAS VC COM CERTEZA NÃO ENTENDEU O APSE DA CAMPANHA.

    ResponderExcluir

Se você não tiver uma conta Google e quiser comentar: escreva na caixa, assine (para eu saber quem escreveu!) e escolha a opção "Anônimo". Pronto! Seu comentário aparecerá imediatamente no blog.