quarta-feira, 23 de março de 2011

Thank You

Thank You
(Alanis & Claudia... again!)
Que tal aceitar suas limitações?
Que tal parar de escrever quando o assunto termina?
Que tal aceitar que você não é a pessoa mais legal do mundo ?
Que tal fazer as pazes com a solidão?

Obrigada, Índia
Obrigada, terror
Obrigada, desilusão
Obrigada, fragilidade
Obrigada, conseqüências
Obrigada, obrigada, silêncio

Que tal eu não me culpar por tudo?
Que tal eu aproveitar o momento de vez em quando?
Que tal a sensação de finalmente me perdoar?
Que tal chorar por tudo de uma só vez?

Obrigada, adolescência
Obrigada, erros
Obrigada, inimigos
Obrigada, inconsequência
Obrigada, tristeza
Obrigada, obrigada, escuridão
O momento que agi sem pensar
foi o momento de maior sabedoria.
O momento que me senti mais forte
foi quando tudo desmoronava ao meu redor.


Que tal não ser mais masoquista?
Que tal recordar minha divindade?
Que tal deixar os sentidos descansando?
Que tal não equacionar tropeços com o fim?

Obrigada, impotência
Obrigada, desilusão
Obrigada, raiva
Obrigada, amores perdidos 
Obrigada, passado
Obrigada, obrigada, anônimo 

É difícil estar nua circulando por este blog, mas é delicioso quando
anônimos param para te abraçar e te dar a mão.
Me sinto EXATAMENTE como minha amiga Alanis neste clipe.

Um comentário:

Se você não tiver uma conta Google e quiser comentar: escreva na caixa, assine (para eu saber quem escreveu!) e escolha a opção "Anônimo". Pronto! Seu comentário aparecerá imediatamente no blog.