quarta-feira, 27 de abril de 2011

Vive la Différence!!!!!

Algumas pessoas me escreveram perguntando qual escada, afinal, é meu sonho de consumo: a "Ultimate Ladder" que assume mil e umas posições diferentes, ou um homem "escada" do meu post anterior.
É a escada da Polishop, óbvio! Não estou interessada num "escada" que fica em mil e uma posições diferentes.
E, se estivesse, não anunciaria num blog!
Mas é que pode soar estranho para algumas pessoas uma mulher querer uma escada. Hahaha, só me dei conta da bizarrice da coisa depois que reli o post e o povo veio investigar.
Viu? Eu disse que precisava ser mais mulherzinha!! Tem moça que gosta de ir no Shopping Iguatemi, eu adoro um Leroy Merlin. Minha mãe fala Lerroá Merlã... hehe, ela é chique. Vou começar a falar assim também para me sentir mais sofisticada ao sonhar com as novas brocas para a minha mini-furadeira.

Bom, aí fiquei me lembrando de todas as coisas estranhas que as pessoas desejam e me deixam com um ponto de interrogação na cabeça.
Como, meus Deus??? Como alguém pode querer uma coisa dessas?

Sabe uma coisa que eu nunca entendi? Gente que olha um dia lindo e fala: "Putz, hoje o dia tá perfeito para pegar uma estrada!"
-Joga uma garrafinha de água e pode entrar
Hã??? Nenhum dia é perfeito para pegar uma estrada! Viajar numa estrada é a última coisa que eu poderia desejar para um dia. Ainda mais um dia lindo.
Que desperdício!
Sabe aquele povo que sonha em ir de carro percorrendo todo o litoral do Brasil? Nossa, me dá até aflição só de pensar em parar nas praias e voltar para o carro cheia de areia, sentando nas toalhas úmidas, e o carro vai ficando com cheiro de gente...eca!
Mas não. Tem gente que fala que o bom da viagem é curtir o percurso, e não necessariamente chegar no destino.
Tipo essas frases de livro de auto-ajuda.
Ok, não vou discutir.

Outra coisa estranha: gente que sonha em subir um Himalaia, acampar na neve, ficar passando frio, perdendo falanges e formando estalactites com o catarro que escorre pelo nariz. Bah...

E o povo que coleciona sapato? Loucura, loucura! (Huck, 2011).
Hahaha!!!!
Nada me dá mais desprazer do que comprar sapatos, e não consigo compreender qual é o tesão em ter um monte deles. Gente que aluga um apartamento só para abrigar a coleção? Que se mata por um daqueles Louboutin com a sola pintada de vermelho?
Hahaha, adorei este maketing. O cara pinta a sola de vermelho "ferrari" e, pronto, tá feito o milagre da grife.
Eu sou mais do time de Reese:
A atriz Reese Witherspoon, 35, disse que usou botas de caubói na festa de seu casamento, ao programa The Ellen DeGeneres Show que vai ao ar nesta quinta-feira, nos EUA.
Segundo ela, depois da cerimônia ela trocou seus sapatos de salto da marca Jimmy Choo, pelas botas.
"Eu coloquei minhas botas de caubói e tirei aqueles sapatos horríveis, desconfortáveis", disse Witherspoon.
Imagina se Jimmy Choo doou os sapatos para a atriz na esperança de divulgar sua marca? Tadinho.


E essas malucas que sonham em ter um filho em casa? Ah, me poupe.
Quando eu tive meus filhos a coisa existia, mas não era assim tão séria. Incrível como o movimento pelo parto humanizado cresceu nestes últimos poucos anos. Tipo, 60% das minhas amigas agora acham o máximo essa história.
As fotos da filha da Ana Maria Braga correu a net despertando sentimentos comovidos de admiração por alguém que consegue ter filho na cama com cachorros lambendo e marido filmando.
E elas agora são uma tribo urbana com movimentos organizados e vocabulário próprio: mulher=mamífera; dar uma força= ocitocinisar; parteira=obstetriz... MUITO chique esse povo.
E o uniforme básico é um bebê pendurado no sling, haha.

Tenho um problema sério: ADORO cheiro de hospital. Nasci para trabalhar em um deles e nunca desperdiçaria uma chance dessas para poder dormir em um quarto de maternidade, cheio de botões, cama com regulagem, enfermeiras boazinhas e visitas com hora marcada.
Quem ia segurar minhas visitas se eu tivesse meus filhos em casa?
Ah, e adoro uma anestesia. Peço sempre no dentista. Pedi também na hora o parto. Diante da mega dor achei a coisa mais óbvia a fazer, mas para algumas pessoas não é.
Weird chicks!

E para terminar acho maluquice mil outras coisas: caixa de som gigantes no porta mala, o som que normalmente sai destas mesmas caixas (curioso como as pessoas que ouvem som alto nunca tem um gosto musical apurado, são grandezas inversamente proporcionais.), povo que gosta de tecnologia e vive trocando de celular e TV, gente que sonha em morar num barco... vixi, tanta coisa!

Mas o que eu nunca entenderei é a paixão por futebol.
Felizmente aqui em casa ninguém nem sabe o que é isso.

E vocês? O que parece estranho para vocês? Além do desejo por uma Ultimate Ladder?


PS: Estarei de férias do blog e da vida por alguns dias.

7 comentários:

  1. Não acho nada louqúissimo, eu adoro a diferença!!! Quando a minha irmã foi fazer faculdade de Química eu pensei como era bom as pessoas serem diferentes, porque se dependesse de mim a química seria extinta.
    Uma das minhas melhores amigas fez parto em casa, criou no sling, amamentou até a filha pedir sim por favor, não obrigada, eu não concordei com nenhum pedacinho da história inteira, mas sempre achei o trabalho dela magnífico, porque funciona pra ela, e porque foi consistente até o final.
    Eu acho louco ir pra Índia, e está ultra na moda.
    Eu acho louco comer várias coisas, jacaré, cobra, javali, olho do peixe, bolas de boi hahahahhaa. Cojones!
    Eu acho louco tomar um remédio pra emagrecer mais outros três ou quatro pra aplacar os efeitos colaterais.
    E EU ADORO dirigir em dia lindo... Uma vez tomei uma multa porque estava dirigindo em um dia magnífico, de óculos escuros gigantes, emprestados, e escutando mantra do carro também emprestado, estava curtindo tanto que o guarda não gostou muito dos 146km/h, ficou meio bravo...
    Vivaaaaaaaaaaaa!!!! E boas férias!

    ResponderExcluir
  2. Férias??? Ahhh!!! Ficarei órfã!
    Mas tudo bem, é assim mesmo na vida, pra gente crescer e amadurecer sozinhos..rss...
    Boas férias, querida. Você(s) merece(m).
    Beijos. Sentirei saudades.
    ps. quando você aparece por aqui de novo mesmo?

    ResponderExcluir
  3. ps2. Aqui means a cidade e não o blog!

    ResponderExcluir
  4. Meodeos! Eu acho as mesmas coisas estranhas e curto as mesmas outras! Almas gemeas, madrinha?
    rsrsrsrrsrsrsrsrrsrssrsrs
    As paixões por sapatos, carros, bolsas...pura prjeção e escudo...
    Parto em casa = ignorancia arrogante e irresponsabilidade
    Sempre sonhei com uma escada igual e com a vassoura eletrica que alcança qq cantinho.
    Pegar carro sem motivo? nem fodend...
    Acho estranho>
    O amor entre pessoas do meso genero ser mais chocante que a corrupção e as guerras
    Gente que fura fila numa boa
    Gente que nunca se arrependeu de nada
    Gente que precisa falar o preço de cada peça de seu vestimento
    Mulher mudar de sobrenome qd casa
    tem uma lista imensa
    Só menor que meu carinho e admiraçao por vc
    bjs
    Ju

    ResponderExcluir
  5. Pareceria egoísta se eu dissesse que estou sentindo falta dos seus textos?!?!?!rss Volta looooogo!!!!

    ResponderExcluir
  6. Pareceria egoista se eu dissesse que estou sentindo falta do meu blog no meio de uma MEGA reunião familiar?!?!?

    ResponderExcluir
  7. Nããããão!!!! Já senti na pele essa emoção. rss Volta então... ;)

    ResponderExcluir

Se você não tiver uma conta Google e quiser comentar: escreva na caixa, assine (para eu saber quem escreveu!) e escolha a opção "Anônimo". Pronto! Seu comentário aparecerá imediatamente no blog.