sábado, 14 de maio de 2011

Relatório Psicológico

CLAUDIA FONTENELLIX GONÇALVES
PSICÓLOGA
CRP: 06/22.1974
__________________________________________________________________
Babaorum, 11 de Maio de 50, a.c..

A quem possa interessar,

Durante este último mês estive avaliando o paciente OBELIX, 23 anos, gaulês,  filho de Uderzo e Goscciny.

Na primeira infãncia Obelix sofreu um acidente doméstico em que caiu dentro de um caldeirão de poção mágica. Por sorte o líquido estava apenas morno, mas a criança afogou-se e sofreu anóxia por alguns minutos, provocando-lhe uma paralisia cerebral sequelar.
A Ressonância Magnética do crânio, entretanto, não pôde ser realizada. A técnica da radiologia alega que, devido ao sobrepeso, o paciente não coube no túnel máquina.


Entretanto o seu QI é realmente abaixo da média. É socialmente perceptível os sinais de uma deficiencia mental leve: apresenta uma fala despropositada, riso desmotivado, compreende mal instruções simples, tem uma mania de bater com o dedo indicador na têmpora (estereotipias manuais) e é bastante impuslivo e agressivo, mesmo sem ter sido provocado.  
Contra ele, existem 56 processos por lesões corporais e danos materiais e morais contra terceiros.

imagem 1: estereotipia manual index-temporal

imagem 2: riso desmotivado












Possui uma paranóia persecutória em relação aos legionários romanos, chegando a balançar árvores da região esperando que algum deles caia no chão. Acredita que todos os romanos são loucos, numa projeção clara de sua própria perturbação mental.

Seu exame clínico mostrou um peso corporal que já pode ser classificado como obesidade mórbida. Tem uma compulsão alimentar patológica e uma voracidade preocupante, principalmente com a proteína animal. Recomendei substituir os javalis pelo consumo de peixe, mas ele diz não gostar do fornecedor de sua comunidade local.

Trabalha como carregador de menires e, devido à sua atividade laboral, apresenta diversos problemas ortopédicos, principalmente na altura da coluna cervical e lombar.
Sua altura é muito acima da média o que acaba provocando nele o hábito de andar encurvado, piorando em muito suas dores nas costas.
Prescrevo Pilates (não Pilatos!!!!!) e Alongamento 3x por semana. Encaminho-o ao nutricionista para mudanças urgentes em sua dieta.

Exames laboratoriais apontam para uma toxidade elevada, decorrente do alto índice da poção mágica em sua corrente sanguínea. 
Do ponto de vista afetivo-emocional, Obelix é tímido e, apesar da idade, continua virgem.
Vive sozinho com um cachorro e mantém apenas um único amigo que, inclusive, foi quem o acompanhou às consultas todas as vezes.
Ele mesmo caça seu alimento, prepara suas refeições e organiza sua casa. 
Relata ter uma paixão platônica por uma moça chamada Falbalá, mas nega qualquer tipo de aproximação com o sexo oposto. 
Foi cogitada pela nossa equipe uma relação homossexual com o seu amigo Asterix. Este tal amigo, ao contrário de Obelix, nunca se interessou por mulheres, é solitário e estranhamente apegado a Obelix (chegando a ter uma relação que eu considero simbiótica). 

Por conta disso, o paciente foi posto numa sessão de observação livre onde ele não sabia que estava sendo filmado. Colocamos diversos objetos adultos para que ele pudesse escolher livremente. Obelix deu preferência por revistas voltadas a um público masculino (vide foto abaixo).
Não houve nenhuma tentativa de masturbação. Descobrimos posteriormente que o paciente desconhece o próprio pênis por conta de sua enorme barriga.

Ele diz também que que nunca teve nenhum interesse por um bardo gay que habita sua aldeia e que o uso de bigode é apenas uma moda de sua comunidade, não tendo nenhuma relação com o Village People ou Fred Mercury. Diz também odiar homens de sandálias e roupas estilo pareô (moda romana).


imagem 3: Obelix na observação com revistas masculinas (Asterix, o amigo, ao fundo)
      

Por tudo isso, fica claro que Asterix, o amigo supostamente homossexual, está agindo de má fé abusando de um deficiente mental tímido com sérios problemas de saúde. Asterix o incentiva à luta, à gula e já mostrou pouca vontade de colaborar com a vida sexual/afetiva do paciente em questão.
Recomendo o afastamento provisório da dupla para verificar as melhoras que, certamente, acontecerão em poucas semanas. O bem estar físico e mental do paciente depende prioritariamente deste afastamento.
Já encaminhei a minha solicitação a Abracourcix, o chefe da aldeia, mas sua resposta foi que não pode separar os seus dois melhores guerreiros porque deles depende a independência da comunidade.

Portanto, encaminho hoje este pedido à Roma, na esperança que Julio César convença a aldeia gaulesa a realizar as devidas mudanças para otimizar a qualidade de vida de um deficiente mental. Ele precisa com urgência de atendimento especializado como também se afastar de pederastas que abusam de sua inocência.

Confio em Jùlio César e torço para que os gauleses sejam suficientemente sensatos e dêem a devida atenção a um pedido especial do magnânimo imperador romano.



                                             Ave César,          
                                                                                
                                                                                    Claudia Fontenellix Gonçalves


__________________________________________________________________________________
Hoje paguei R$361,83 de CRP e precisava muito usar o meu direito de dar palpite na vida dos outros para fazer valer o investimento, hahaha.
Ufa, sinto-me mais poderosa agora.
                                             Coloco-me à disposição para maiores esclarecimentos.

3 comentários:

  1. Genial! Você devia ser isenta do pagamento do CRP e ser psicóloga honorária das estórias em quadrinho.

    ResponderExcluir
  2. ...mas é exatamente porque vc possui um CRP que vc está com 9.673 acessos em tão pouco tempo. A psicologia brota dentro de vc de uma forma tão natural, que vc consegue atingir e ajudar muito mais pessoas do que vc possa imaginar. Quando escolhemos a profissão certa e amamos o que fazemos,o trabalho torna-se muito mais fácil, leve e se confunde com prazer...Tenho certeza que é isso que acontece com vc.

    ResponderExcluir
  3. Descobri!!!!!!!!!1 Quem surrupiou seu texto foi Asterix, quem mandou cutucar o baixinho e separá-lo de seu gorducho???

    ResponderExcluir

Se você não tiver uma conta Google e quiser comentar: escreva na caixa, assine (para eu saber quem escreveu!) e escolha a opção "Anônimo". Pronto! Seu comentário aparecerá imediatamente no blog.