terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

You got to see the baby!!!!

Hoje meu bloguinho faz uma semana de vida. Não viu? "You got to see the baby"!!!!

O parto foi normal, sem fórceps e sem maiores problemas. Sempre fui incompetente com máquinas e por isso achei que fazer um blog era coisa de outro mundo. Tinha mil fantasias: "Não vou conseguir fazer.", "Não tenho um nome legal para batizar.", "Ninguém vai ler.". Encanações típicas de qualquer mãe. Mas fiz o trabalho todo sozinha, também como todas as mães.

Ele tá com uma carinha de recém nascido: formatação maluca, larguras indefinidas, fundos esquisitos... mas com o passar dos meses vai ficando com cara de gente.

Meu blog hoje já se adaptou às novidades. Já se situa bem no ambiente internáutico e todos os visitantes dizem que ele é lindinho (eu inclusive li aqui que ele é limpo...haha: "É pobre mas é limpo!"). Falam que ele é bacaninha e é a cara da mãe. Exatamente agora, com apenas uma semana de vida, ele já recebeu 598 visitas e é visto em 10 países. Obrigada pelo carinho e pelos comentários.

Mas durante toda a semana eu fiquei preocupada, achando que ele precisava ser alimentado toda hora. Nunca tive um blog. Sou mãe de primeira viagem. Portanto, não sei reconhecer a hora de amamentá-lo e a hora de deixá-lo quieto, adormecido. O problema é que meus seios criativos jorram idéias, principalmente quando estou nadando. E este mês comecei a nadar à noite, sozinha, sob a lua (que esteve cheia esta semana), e aí: haja inspiração! Por isso entupo o menino de conteúdos da minha mente fértil. Tadinho...

um parêntesis: queria uma imagem de um seio jorrando leite e aí busquei "Leite Jorrando" no Google Images. Só tinha pintos enormes jorrando algo que, definitivamente, não era leite. Acho que o Google não sabe o que é amamentação! Tive que ficar mesmo com Picasso.


Prometo  não encher ele de posts todo santo dia (as vezes até duas vezes por dia!) e prometo não ficar divulgando aos quatro ventos que o post é legalzinho e vale a pena ser visto. Eu estava entusiasmada e coruja. Já passou, já passou. Agora volto à normalidade e amamentarei só quando for necessário. Em silêncio, como manda o pediatra.

Mas adoraria que continuassem visitando, afinal é solitário demais fazer idéias crescerem sem compartilhar com outras pessoas. E é envaidecedor ouvir que "Seu blog é lindooooooooo!!!!!!!!!", "Seu blog é so cute!", "E tô AMANDO seu blog." ou mesmo um frio "Parabéns pelo blog". (para quem não entendeu a piada vá para o post de ontem: Psicopatologia da Vida Internáutica)

Ontem recebi um pedido para aumentar a letra. Fiz isso. Feed back são benvindos.

Obrigada às madrinhas Silvia, Cleci e Mariana que me incentivaram a parir um blog. Silvinha é uma doula nata! E obrigada à Juliana e Letícia, amigas blogueiras, pelo incentivo. E todos aqueles que apareceram do nada para comentar. E agradeço aos meus revisores de texto que (secretamente) corrigem falhas horríveis. Tipo uma sogra que diz que a cabeça do bebê tá torta e que ele precisa arrotar mais. São toques fundamentais.

E ao meu pai, minha mãe e meu avô que disseram que eu escrevo bem. Ouvir isso de uma pai não tem preço. Me fez dormir feliz.

Acabou a quarentena, de volta à normalidade. E agora começam as cólicas...

.

2 comentários:

  1. Eu sou a favor de você alimentar seu blog no sistema de livre demanda, viu?
    É delicioso vir e descobrir que tem mais!
    Continue assim, mamãe.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Olha, arrancar um elogio do Tio Fonte não é moleza não..

    Continue amamentando em livre demanda, isto é, a hora que o bebê pede, você dá. Assim não dá mastite e nem "falta de leite". A demanda se regulariza com o tempo, e o bebê cresce forte e saudável.


    Nós leitores, nos beneficiamos com esse leitinho nutritivo de idéias e torcemos para que a amamentação seja estilo "prolongada".

    hihihi

    Pris

    ResponderExcluir

Se você não tiver uma conta Google e quiser comentar: escreva na caixa, assine (para eu saber quem escreveu!) e escolha a opção "Anônimo". Pronto! Seu comentário aparecerá imediatamente no blog.