sábado, 2 de julho de 2011

De volta às Tortas de Morango...

-Duas horas fazendo esta torta!!!
Ai que saudade do meu boroguinho!!!
Dia 15 de Junho o meu bebê Brasilicus fez 4 meses, acabando assim a minha licença maternidade. Vou ter que desmamar o menino e deixá-lo de lado para cuidar da vida.
Acabou o mimo, acabou o deslumbre, e a produção de idéias jorrando pelos meus seios criativos diminuiu bastante.
Pena.
Mas a coisa é mesmo assim, não dava para continuar neste ritmo porque eu estava abrindo mão de coisas importantes da minha vida. Cada post demora umas 2 horas para ser feito, e isso representa duas horas em que eu não estou produzinho nada.
109 posts= 218 horas de ócio criativo.

Eu sei, eu sei, também estou produzindo algo por aqui, mas infelizmente isso não me dá dinheiro nem deixa a minha família satisfeita.
Acabei de perder duas horas fazendo uma torta de morango (como é difícil fazer a bendita!) que deixará todos aqui em casa satisfeitos.
Isto sim é importante para o grupo.

-Venha Boroguinho San, vamos para um lan-house
isolada do mundo viver só nós dois. Para sempre!
Meu blog não é importante, coletivamente.
Meu micro-cosmo não vê muita graça nele e não posso ir contra a vontade da maioria.
Eu poderia abrir mão da minha vida familiar e fugir com o meu pequeno bebê-blog para o mundo internáutico, mas sou sensata o suficiente para não fazer isso.
Ufa.







Bom, também não posso colocar tooooda a culpa no meu micro-cosmo doméstico, tadinho dele.
O problema também é da condição criativa que não é mais fértil como antes.

Quando comecei aqui, eu acordava de noite pensando em coisas que precisavam ser escritas no blog. De manhã cedo fazia um esforço danado para não perder nem uma vírgula da noite insone.
Hoje em dia durmo a noite toda e acordo apenas com fome.
Nada de idéias.

Imagina o que seria de mim se um jornal me procurasse e falasse: "Claudia, queremos te contratar para você escrever todos os dias uma coluna no nosso Caderno de Bobagens." ?
Ia ser legal prá caramba!! Eu ia amar de paixão, mas não sei se todos os dias eu conseguiria fazer algo que valesse a pena ser lido.
Bom, talvez ganhando bem minha mente funcionaria melhor, hehe.
"E o apagão no Nordeste? Em pleno show da Ivete Sangalo!
Então foi a Claudia Leitte. Claudia Leitte provoca
apagão no show da Ivete!"

José Simão escreve diariamente há anos na Folha de São Paulo, mas muito do que escreve ele recebe de terceiros. Uma amiga minha mandou um email para o cara contando uma piadinha engraçada da TV e, no dia seguinte, ele publicou a coisa como se fosse de autoria dele.
Espertão!
E no fim sempre enche um parágrafo das mesmíssimas frases ("Vou pingar uma gota do me colírio... vai indo que eu não vou... blá, blá, blá") e pronto! Acabou a coluna.
Assim fica fácil.


"Eu fui convidado para falar sobre Ivete Sangalo
 no programa do Faustão.
Não pude aceitar porque
não sabia quem era Ivete Sangalo."

Diogo Mainardi demorava uma semana para escrever algo que fosse na medida certa para causar indignação e/ou admiração nos leitores da Veja.
E causava sempre.
Eu gosto bastante do cara, mas se ele tivesse que escrever todos os dias para um periódico ele já teria perdido o fôlego há muitos anos. Campeão das cartas dos leitores, Diogo nunca se deu ao trabalho de responder a nenhuma delas. Antipático até dizer chega, ele infelizmente foi afastado de sua coluna e agora escreve num blog.
Não sei com qual frequência...




Hahahahahaha!!!!!!!!!
Não é engraçado como este cabelo feio e fora de moda faz sucesso entre os colunistas? Os dois viraram praticamente a mesma pessoa com o cabelo demodê. A única diferença é que um sabe quem é a Ivete Sangalo enquanto o outro finge que não sabe para parecer superior.

Eu sei quem é a Ivete.
Só não me peça para cantar 3 músicas dela porque aí já é querer demais!
Mas mesmo sendo "do povo", eu ultimamante andava atipática e arrogante igual ao Mainardi, não respondendo aos comentários fofamente escritos por minha meia dúzia de leitores. Uma desconhecida veterinária entrou no blog esta semana e escreveu vários! Adorei, mas não tive tempo de responder. Gastei todo o meu precioso tempo satisfazendo o micro-cosmo.

Mas voltando ao assunto, meu blog agora será atualizado menos vezes por semana (hahaha, adoro quem fala MENAS vezes).
E vai haver, é claro, uma semaninha de férias em que vou viajar com amigas queridas para um lugar sem net.

Então tá combinado.
Beijos e até breve.



PS: Nunca mandei beijos aqui. Acabei de reler o texto e achei estranhíssima a despedida meiga .
Depois é que fui entender a razão:



  "Comigo é na base do beijo
    Comigo é na base do amor
     Comigo não tem disse me disse
Não tem chove não molha desse jeito que sou..."
(Ivete who?)

Ai, ai, o dia todo com essa música agora. Estava cantando ela em plenos pulmões aqui... droga.



10 comentários:

  1. Claudia, O Diogo Mainardi trabalha no Manhattan Connection, domingos 23 h na Globo News, com outros caras. Vive em Veneza e participa desde lá. Continua defendendo uma posição conservadora em relação a tudo que é suspeito de esquerda tipo PT. Paulo Francis é o ídolo do cara. Defende a Civilização Européia com certo desdém em relação ao resto do mundo. Acho que o Brasil precisa de conservadores inteligentes para evitar cair na arapuca do Bolsonaro. Vale a pena escutar o cara, ou ler.

    ResponderExcluir
  2. hum... não entendi. Já sabia TUDO isso sobre o Diogo Mainardi(obrigada por me contar mesmo assim), mas queria entendê-lo melhor.
    Vc acha que vale a pena escutá-lo porque ele é um "conservador inteligente" (e vc acha que é disso que o Brasil precisa) ou acha que vale a pena escutá-lo porque por trás dele se esconde um Bolsonaro? Clau

    ResponderExcluir
  3. o simples fato de nunca ter respondido nenhuma carta ja é o bastante para valer a pena escuta-lo. btw, nao precisa responder este comentario. Andre

    ResponderExcluir
  4. Por favor, não nos abandona! Somos poucos seguidores mas fieis. Console-se lembrando que Jesus só tinha 12seguidores. Você ten 15000 acessos.Abro seu blog todo dia e fico decepcionada quando não encontro um novo.

    ResponderExcluir
  5. Desculpa Clau, mas texto deu a impressão que o Mainardi tinha sumido no limbo de um blog desconhecido. De repente era bom esclarecer alguma leitora desavisada.
    Falta no país um maior equilíbrio ente conservadores e liberais na política. Todos querem ser liberais, no discurso. No entanto o Bolsonaro tem sido claro e objetivo em suas opiniões e ganho visibilidade e popularidade. Por várias razões isto não me parece bom.

    ResponderExcluir
  6. Querida, "meu blog não é importante, coletivamente"??!??!!? Como assim, de onde você tirou essa ideia absurda!! Concordo com a anônima (ou mo), podemos ser (ainda) poucos, mas somos fiéis e teu blog faz sim diferença no nosso coletivo!! Com todo respeito ao teu microcosmo!!
    Faça no teu ritmo, mas saiba que aqui deste lado tem uma penca de gente (lembra dessa?) esperando por um novo e delicioso post.
    E viva o ócio, minha gente! Saúde, tears, Prost!
    Beijos, vai ser demais poder falar tudo isso embaixo do guarda-sol!!
    Love you.

    ResponderExcluir
  7. ps. Quanto ao Mainardi, como diria você mesma, BAH! Vai de retro!!! rss...
    E que fique por lá mesmo, dissecando seu ossinho aristocrático e centro-europeu. Ave...

    ResponderExcluir
  8. Pela qualidade acho que uma vez por mês já faria uma grande diferença em nossas vidas...

    ResponderExcluir
  9. "Vai de retro" ???? mais uma amostra da "inteligencia" liberal.

    ResponderExcluir
  10. Claudinha,
    Diogo Mainardi, assim como vc, tem um senso de humor muitas vezes mal interpretado de sabor raro e para quem não se leva a sério demais. Então, já viu...Chuva de carta do país do literal...whatever.
    Vc se lembra da história do Zé SImão? Tava falando de mim? Caso contrário, ocorreu o mesmo comigo! Acabei nunca mais fazendo a mesma questão de ler. Tb me irrita o uso de suas repetições. Mas percebo que o "povão" adora. São os bordões do Zorra Total, da Praça é nossa. PRa esse povo parte da graça é repetir (WHAT???), vai entender... Ja minha mente, se entendia e enjoa facilmento do previsivel. E é por esse motivo que AMO seus textos. Se demoram um dia ou um ano, sempre vale a pena aguardar por eles. Nunca sei o que encontrarei, mas sempre vou curtir. Minha única certeza.
    PS. Assim como vc, meu nano-cosmo também não curte meu blog-filho. mas etes draminha particular eu te conto depois. Então te entendo. O equilibrio é dificil mesmo... Mas acho que isso ainda vai virar um texto incrível algum dia...
    MENAS pressão, Craudinha! MENAS pressão!
    Relaxe e escreva qdo puder.
    Sempre curtirei ler.
    Love you!

    ResponderExcluir

Se você não tiver uma conta Google e quiser comentar: escreva na caixa, assine (para eu saber quem escreveu!) e escolha a opção "Anônimo". Pronto! Seu comentário aparecerá imediatamente no blog.