Marcadores

domingo, 20 de fevereiro de 2011

A verdade nua e crua sobre...

... personagens de Desenho Animado, parte 1:


Velma, tenho uma péssima notícia para te dar: você é a vela do desenho e todos tem pena de você por isso.
Sim, Fred e Daphne estão tendo um caso há muito tempo. Ninguém sabe ainda. Estou te contando porque sou sua amiga. O lencinho amarrado no pescoço dos dois é um código entre eles, tipo uma aliança secreta de compromisso que eles usam.
E, claro, Salsicha e Scooby são bem mais do que bons amigos. Aliás eles nasceram um para o outro e eu fico feliz que estejam bem.
Ou seja, sobrou você, querida. Mas olha, ao invés de se desesperar, que tal mudar o visual? Gola rolê não dá, minha linda, ainda mais para baixinhas como você. Acaba com o pescoço e os seios aparentam estar no meio da barriga. E meias longas achatam as pernas. Isto é dica básica de moda, vi no "Fashion Emergency". Pode manter os óculos, mas por favor troque os aros. Ah, e acabe com a franjinha porque emenda nos óculos e aí ninguém vê sua linda testa.
Calma, calma, vai ficar tudo bem. Mas não saia por aí dando em cima de qualquer monstro, ok? E fuja do ruivo Erik. Ele não é confiável.

Docinho, seu nome é uma ironia, você não é um doce!
A Lindinha é linda mesmo (Também, loira de olhos azuis! Você queria o quê?) e Florzinha é realmente uma flor de pessoa, mas você não tem nada de bom. É feia, chata e muito mau humorada. O professor quando fez vocês 3 percebeu isso logo de cara, mas deu para você um nome fofo tentando encobrir o fato de você não ter qualidades.
Mas, fique tranquila, para mim você ainda tem um certo charme e vai encontrar um público que te adora. Os jovens de hoje se identificam com os chatos dos programas.
Gosto muito daquele episódio em que você quebra os dentes de todos os vilões só para colocar embaixo do seu travesseiro, esperando pela Fada do Dente. Hahaha!! Calma garota! Seus dentes um dia vão cair, pode ficar tranquila.
Mas ó, esquece: Fada do Dente não existe, ok?


Uníqua, o que se comenta aqui no mundo real é que você é indefinida, apenas uma invenção maluca do desenhista. Você brinca todos os dias com um pinguim, um alce, um cangurú e uma hipopótamo e NUNCA percebeu que você não é nada, minha querida?
É rosa, tem antenas em espiral e pintas pelo corpo, mas isso não faz de você bicho algum. Para provar que isso é verdade, perceba uma coisa: você é a única que não usa roupa. Todos usam alguma peça, mas você brinca pelada todos os dias. Nunca percebeu? Nunca entrou areia no seu bumbum? E sabe por que isso? Porque ninguém sabe que modelo de roupa um animal como você usaria. Na dúvida, te deixaram pelada mesmo.
Mas você é boazinha e esperta, além de cantar e dançar muito bem. Para mim você é a melhor da turma. Já vi a Tasha errando os passos algumas vezes.



Caillou, você tem câncer, querido, e essa é a razão de você ser o único careca de toda a cidade.
Aqueles remédios que sua mãe manda você tomar são quimioterapia e isso faz os seus cabelos cairem. É por isso que seus pais, seus avós e sua professora tratam você tão bem. Eles morrem de pena de você e não tem coragem de te dar uma bronca.
Não, aquele jeito amável e delicado que eles te tratam não é normal. Em nenhuma família os pais são tão fofos e compreensivos, nenhuma professora é tão legal.. Os adultos não são assim, Caillou. Você já tem 4 anos, menino, caia na real!!! Eles só tentam te poupar de sofrimentos maiores e isso é muito comum em adultos que convivem com uma criança com câncer.
E o povo só deixa você dormir com o Gilbert porque o oncologista permitiu. Gatos aumentam sua imunidade, é o que dizem as últimas pesquisas.
Tudo bem, meu lindo, vai passar. Hoje o câncer infantil tem um índice alto de cura.
E seu cabelo vai voltar a crescer um dia. A tia promete!


PS: Curiosidades para aumentar conhecimento inútil de vocês: sabia que o nome real do Salsicha é Norville Rogers? E que o pai da Daphe é quem comprou a van e banca as viagens da galera?

57 comentários:

  1. Claudinha,eu sou mãe da Mariana e tenho acompanhado suas postagens no blog que é lindo,limpo e de muito bom gosto.Já pensou em tornar-se escritora? Você tem talento e poderia usar seus conhecimentos de psicologia para escrever estorias infantis. Que tal ? Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo, vc acertou na mosca !!!! é claro que a Claudinha é escritora e deveria se dedicar a isso. O Blog é maravilhoso, mas é pouco para ela. Tem que ser publicada !!!!!

      Excluir
  2. Eliani querida, que honra te ter por aqui! Você acredita que escrevi algumas histórias infantis e um livro bem legal para pais e professores sobre como auxiliar na aprendizagem do amor? Ficou tão bacana(modéstia à parte, hehe), mas publicar algo é muito, muito difícil. Tentei algumas vezes mas tenho pouca resistência à frustrações. É muito chato receber uma negativa muitas vezes. Mas tá aqui na gaveta. Quem sabe um dia me animo de novo? E quem sabe um dia volto à Sorocaba para papearmos?? Era tão legal, né? Bjs grandes.

    ResponderExcluir
  3. Muito bom, adorei!
    Ah, você tem um livro infantil?! Poxa, eu quero ler, Claudinha.

    Beijocas

    PS: Uma delícia ver o blog no maior movimento. É o caso de dizer "demorô", hein?

    ResponderExcluir
  4. muito bom !!
    e a verdade todinha do caillou ameiiiii Claudinha
    beijocas *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre tive dúvida sobre qual seria o verdadeiro trabalho da mãe do Caillou, Sara. Já vi ela dando remédio para ele algumas vezes e, por isso, achava que ela era médica. Mas agora tá mesmo tudo explicado, hehe.
      Vai saber...
      Eu também AMO o Caillou, mas os pais dele fazem eu me sentir a pior mãe do mundo. Eles são insuportavelmente compreensivos e legais!! Droga.
      Beijos para vc também e obrigada pelo prestígio.

      Excluir
    2. Oiee,

      Vou dizer o que eu sei da verdadeira história do Caillou.
      Ele realmente tem câncer terminal e já morreu, toda história é feita de forma bem sutil.
      Quando aparecem os balões dele pensando, são lembranças deles de quando era vivo.
      Dizem que o filho do autor morreu aos 4 anos de câncer e ele resolveu escrever um livro, depois de anos virou desenho animado.
      Uma história muito triste, eu sempre estranhei que as vezes ele responde os pais, mas nunca é castigado por eles.

      Excluir
  5. ei Claudinha, achei seu blog ao pesquisar sobre caillou, que eu amoooo!!!!!!
    Você tem uma visão de águia, um senso crítico apuradíssimo. Tire proveito disso, e suscesso para você.
    Parabéns! Aline Moreira

    ResponderExcluir
  6. olha querida você julga todos os desenhos, mas só mostra que você é uma velha solterona que não tem nada pra fazer, fica vendo desenhos pra postar nesse seu blog sendo cruel e amarga.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. cruele e amardo é você. ela está dizendo verdades você é que não compreende porque certamente não és pai ou mãe nem professor ou professora.
      fui franca

      Excluir
  7. Não gostei! Não curti. Qual será a verdade nua e cra desta pessoa?

    ResponderExcluir
  8. Solteira tem I no meio. I de ignorante.

    ResponderExcluir
  9. desculpa Clau, mas to rolando de rir... solteirona, cruel e amarga? Em que planeta vive esse "anonimo"???
    Ora façam me o favor...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Inaiê... maldade. E eu nem mesmo assisto TV!!!!
      Acho que toda a ira do anônimo acima vem do fato de eu dizer que o Salsicha é um zoofilista. Macular a imagem do Salsicha é mesmo uma enorme ofensa para os estranhos que louvam e se identificam com o rapaz.
      Mas, gente, relaxa: eles são felizes juntos e é isso o que importa!!
      Vocês precisam é de um Scooby prá chamar de seu.

      Excluir
  10. uhauhauhauahau... ai ai Anônimo! To achando que vc é que é a solteirona, amarga e feia! SIM VC É IGUAL A VELMA, Baixinha, gordinha, peituda de franjinha e se sentiu ofendida. Ahh com certeza usa gola rolê, meia calça grossa colorida e sapatinho de boneca... pior de tudo é que deve ser achar "cool"! Ai por Deus! Get a life of your own.
    Tania

    ResponderExcluir
  11. a uniqua tinha roupa,mas se camuflava na pele

    ResponderExcluir
  12. a roupa da uniqua é rosa q nem ela e ela é uma formiga embora ñ pareça!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Uniqua não é uma formiga,e sim uma joaninha ! fonte(http://pt.wikipedia.org/wiki/The_Backyardigans) ;)

      Excluir
    2. Viuu,A Uniqua não é formiga,ela é uma Joaninha!!!! procura no wikipedia...Bjs *-*

      Excluir
  13. Você acabou com a minha infância. : (

    ResponderExcluir
  14. Nao gostei cailu tem uma historia bem bonita suas opinioes sao desagradaveis e feias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa ainda bem q a criança é inocente até o momento eu nunca tinha visto nada disso nos desenhos afffffffffffff

      Excluir
    2. Ta bom querida! não gostou, sai do blog ninguém te obriga a ler!

      Excluir
  15. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  16. Adorei o post Clau, só pra tacar mais sal na ferida, sabiam que Caillou foi transmitido inicialmente por uma emissora chamada Teletoon (sim são dois "o")? Tem tido certo polêmica sobre os direitos autoriais de Caillou, aparentemente ficaremos na dúvida se ele tem ou não câncer: http://www.radio-canada.ca/nouvelles/arts_et_spectacles/2013/11/05/006-caillou-timbre-desputeaux.shtml.
    O site oficial não diz nada sobre câncer, no seguinte link eles repondem o porquê da careca de Caillou: http://www.caillou.com/parentsteachers_FR/faq.shtml

    ResponderExcluir
  17. nao gostei do geito que ela falou do Caillou adoro ele e as historias dele

    ResponderExcluir
  18. Infelizmente em uma pesquisa na rede me deparei com este Blog, onde são postados comentários idiotas e ignorantes com relação ao desenho animado "CAILLOU". A título de informação o criador do desenho é um pai de uma criação em estado terminal de câncer e que esta criança veio a falecer. O desenho ser até hoje como estímulo para as crianças em tratamento contra o câncer, tratamento este muito doloroso, não só para os pacientes mais como também para os parentes que acompanham todo o sofrimento. Os pais, mães, avós, avôs e todos a volta das crianças envolvidas neste processo são sim "BOAZINHAS" e precisam ser mesmo.Vejo que vc Claudia não tem a menor noção do assunto que decidiu abordar nesse lixo de blog, vá estudar para depois escrever a respeito de qualquer assunto e o pior é quantidade de idiotas que concordam com suas idéias também idiotas.Digo tudo isso porque sou um pai que perdeu uma filha de 7 anos após 3 anos de sofrimento com o tratamento quimioterápico. Procura falar sobre como lavar uma louça, lavar calcinha ou algo parecido que com certeza é do que vc tem propriedade para escrever.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu gosto de saber sobre coisas que não fazia idéia, não me agrega nem tira. Mas ter conhecimento ao que REALMENTE acontece a nosso redor, é sempre bom.
      PARABÉN CLÁUDIA!

      Excluir
  19. Sr. Anônimo,
    Foi com enorme surpresa que li o seu comentário porque não vi aonde eu possa ter sido cruel com o Caillou (aliás, eu adoro o desenho!!!) e muito menos com as crianças com câncer. Quando escrevi o texto eu não tinha a menor ideia deste mito (sim, é um mito, nada diz que o Caillou é realmente uma criança com câncer) e só achei graça da história porque sempre achei que os pais do Caillou eram exageradamente bons e, se ele estivesse realmente doente, essa atitude se explicaria.
    Ao contrário do que vc diz, eu conheço, sim, muito sobre o assunto e, como psicóloga, já inclusive investiguei e publiquei trabalhos alertando exatamente sobre o problema de familiares e professores pouparem as crianças com câncer de problemas. Essa atitude é natural e compreensível diante do enorme sofrimento, mas é muito prejudicial à criança que deixa de ser tratada como um aluno/filho normal. Sente-se inferiorizada, menosprezada e a sua auto-estima fica ainda mais abalada. Depois da cura, fica um enorme prejuízo para a sua readaptação à vida normal. Claro que isso é irrelevante diante da importância do fato da criança superar a doença, mas é importante orientar pais e professores sobre esta realidade. Diante das altíssimos índices de cura que felizmente a medicina consegue hoje em dia, o futuro da criança acaba também sendo foco de preocupação dos educadores e psicólogos, e não apenas durante o tratamento.
    Sinto muitíssimo pela perda da sua filha e estou disposta a mudar o texto no lugar aonde vc se sentiu ofendido. Me mande o trecho que eu mudo.

    ResponderExcluir
  20. Olá Sra. Claudia, meu nome é Marcos e também sou Psicólogo. Alguns amigos fizeram comentários sobre o blog onde utilizaram adjetivos impróprios, fiquei curioso e resolvi visitar e conferir o que eles diziam. Confesso que fiquei abismado com o seu vocabulário grosseiro no trato com uma suposta criança com câncer e concordo com muitas citações do Pai que praticamente acabou com o seu blog. Sou graduado e pós graduado e não me recordo de ter sido orientado no que tange o aconselhamento à pais do tipo que vc diz ter que dar aos pais que lidam com crianças portadoras de neoplasia. Vou citar algumas de suas palavras desastrosas "Vou ser curta e grossa - Vc tem câncer" será que vc já atendeu uma criança com câncer ? Acho que não, porque caso contrario vc não estaria mais entre nós, pelo fato de ter sido assassinada por um pai ou uma mãe de um paciente. Outro trecho " E seu cabelo vai voltar a crescer um dia. A tia promete! " e novamente te pergunto: Além de Psicóloga vc também é Oncologista ? Gostaria de saber onde vc fez a sua graduação para direcionar todos que me consultarem para o lado oposto à esta Instituição. Eu se fosse vc retiraria o texto do seu blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Me desculpe, mas em momento algum ela disse que era psicologa!! Deixa ela se divertir fazendo o blog que ela tanto gosta!! Se ela está errada ou não, o problema é dela, não seu!!

      Excluir
    2. "Ao contrário do que vc diz, eu conheço, sim, muito sobre o assunto e, como psicóloga, já inclusive investiguei e publiquei trabalhos alertando exatamente sobre o problema de familiares e professores pouparem as crianças com câncer de problemas."
      Acho que ela disse: "e, como psicóloga". Ahh, copiei e colei do texto dela.

      Excluir
  21. "Sou graduado e pós graduado e não me recordo de ter sido orientado no que tange o aconselhamento à pais do tipo..."
    Graduado e pós-graduado, mas ainda não aprendeu a usar hífen, nem o verbo "tanger" como transitivo indireto…e nem crase.

    ResponderExcluir
  22. Claudia mais uma vez um monte de gente dizendo que vc tem que publicar livros............. rssssssssssssssssssssss muito legal este seu texto!! bjs Tiemi

    ResponderExcluir
  23. A ubíquo é uma salamandra. Burra!

    ResponderExcluir
  24. A ubíquo é uma salamandra. Burra!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A UNÌQUA tem antenas. A hipótese "salamandra", portanto, está automaticamente excluída. Próximo!
      PS: ei, quem foi que disse que vc tem o direito de me chamar de burra?

      Excluir
    2. Unia é uma joaninha e ela usa roupa sim um macação acho q so cego q não ver me descupa mais o q vc falo da uniqua ta td erradooo

      Excluir
  25. Dá uma olhada com mais atenção na Uniqua, tem uma alça com uma bolinha em cada ombro! Parece um macacão, da mesma cor que ela... hahahaha
    Eu achei que ela fosse uma formiga, um pouco estranha, mas formiga!!

    ResponderExcluir
  26. kkkkkk....Rindo horrores!!! Às vezes, a verdade dói, mas nesse caso dói de tanto que a gente ri!! A parte do Caillou é um pouco triste! Meu filho ama esse desenho e pelo que andei pesquisando, essa história de câncer é mentira! Mas mesmo assim, não pude deixar de rir muuuito!! Vc tem talento... tem uma perspectiva diferente das coisas! Parabéns!! Amei!

    ResponderExcluir
  27. Achei de muito mau gosto o comentário sobre Caillou. Desnecessário!

    ResponderExcluir
  28. Minha nossa!!!! Quanta perda de tempo!!! Só rindo... jura que vocês vão ficar travando disputas sobre como o outro escreve, ou mesmo sobre o sentido deste ou aquele desenho... Vamos trabalhar gente!!! Inclusive eu. Fui!

    ResponderExcluir
  29. Eu pesquisei a respeito do desenho do Caillou, e em vários lugares estão falando que ele tem câncer e até que o desenho conta a historia do filho do autor que morreu de câncer.
    E também que conta a história de um garotinho que está com câncer terminal.
    Eu achei isso muito triste.
    Mas eu já achava que ele era mesmo uma criança com câncer.
    E por fim eu digo que eu gostei muito dos seu blog achei muito inteligente, e interessante.

    ResponderExcluir
  30. Oi tudo bom? A sua critica dos Backyardigans na verdade a Uniqua usa roupa sim! Um macacão! Da para perceber pois nos seus ombros, aparece duas alças e as pintas do do macacão são mais claras que a do corpo! Mais tirando isso adorei sua pubicação!! <3 :3

    ResponderExcluir
  31. Minha querida, a Uniqua é uma formiga e ela usa roupa sim! É um macacão que se camufla na pele dela! Antes de acabar com a infancia de muita gente, veja o que fala!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahahahaha, jura por deus que é possível acabar com uma infância dizendo que a Uníqua está pelada? Eu já sabia do macacão pessoal, claro, mas como ele não é nítido eu fingi que ele não existe só para deixar a indefinição dela mais divertida. E ela não é formiga. Acabo de ver na Wikipédia que ela é uma joaninha:
      " Uniqua é uma joaninha. Valente, ágil, engraçada e rosa, vive contando piadinhas e fazendo cócegas nos seus amigos. Adora andar de bicicleta. Uniqua é arteira, mas também é doce. Ela sempre sabe se seus amigos estão contentes ou tristes e sempre dirá algo que mostre que ela se preocupa e gosta deles. É um tanto meiga, sempre preocupada com a situação de seus amigos. Ela personagem que as crianças do mundo mais gostam. Ela está presente em todos os episódios feitos da série. Seu nome é Uniqua Rosa."
      Pronto, agora vou deixar a infância de vocês em paz.

      Excluir
  32. Gente, como assim??
    Como pode achar graça de um texto tão cruel como esse do Caillou?
    Estragar um desenho é uma missão de pessoas desocupadas agora?
    Tem tanta coisa para comentar, não comente coisas sobre crianças, não estrague os desenhos animados, não fale sobre crianças com câncer de maneira cruel.

    ResponderExcluir
  33. Que tipo de pessoa é você que sai escrevendo essas bobagens, Caillou é uma criança cresci assistindo ele, e bom o otimismo dele mesmo tento câncer para e pensa antes de sair escrevendo essas bobagens, apenas pra ter ibope!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa Claudia é uma idiota q nem coração deve ter pra falar isso do texto do caillou odiosaaaa

      Excluir
  34. Gente, a Aniqua é uma Joaninha e ela usa macacão. rs

    ResponderExcluir
  35. uma coisa a uniqua usa roupa sim ela tem um macacão rosa escuro com pintas rosa claro mas ela é rosa claro com pintas rosa escuro.ela é rosa e daí? o pablo é azul a tacha é amarela o tayrone é laranja e o Austin é roxo.ah para de perder seu tempo postando essas bobagens sobre coisas EDUCATIVAS!!!!!!!

    ResponderExcluir
  36. bem repare algo a uniqua ela usa roupa ela e rosa claro bom bolinhas rosas escuras e a roupa dela e rosa escura com blinhas rosas clara e um macacao

    ResponderExcluir
  37. Olá Cláudia, td bem?
    Depois de ler sua opinião sobre os desenhos e ler tantos comentários, resolvi escrever.
    É óbvio que expor nossa opinião pode gerar polêmica, mas vc parece estar bem preparada para todosos tipos de comentários. Gostei da sua atitude em relação ao "pai q sentiu-se ofendido pelo o q vc escreveu sobre Caillou". Vc mostrou-se disposta a corrigir, parabéns pela maturidade. Realmente vc não entra na "vibe" negativa dos leitores..rsrs. Gostei! Que bom seria se todos soubessem expor suas frustações de maneira não ofensiva, como pretendo fazer.
    Muito criativo e diferente seu blog, a ideia é legal, só tome um pouco de cuidado com as palavras, pode dar margem a interpretações erradas, nem sempre o que queremos transparecer como "cômico" surtem esse efeito.
    Estava pesquisando sobre o Caillou, confesso que no início não gostava, mas assisto com meu filho, e passei a amar esse desenho! Sobre a careca, realmente, não encontrei informações concretas. Só não gostei da maneira como vc inicia seu comentário "vou ser curta e grossa, vc tem câncer". Um tanto agressivo para um assunto delicado, acredito que esse comentário é o q mais incomodou. Sobre o fato dos pais do Caillou o tratarem tão bem é uma forma de educar os pais tbm, e por esse motivo passei a admirar a psicologia envolvida nesse desenho, mas ainda tenho muito o q aprender com eles...rsrs

    Até mais,
    Juliane

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Juliane! Você é muito simpática.
      Droga, acabei de te escrever um texto gigante, mas acredita que apagou na hora que fui postar? Droga.
      Resumindo: adoro Caillou de paixão. Tenho todos os DVDs e assisti durante toda a primeira infância dos meus filhos. E vc tem razão: os pais são perfeitos assim porque são puramente didáticos. Acho muito legal a maneira como eles criam os filhos e admiro o desenho por isso, ao contrário de outros que só destroem a imagem da família e ensinam coisas bem estranhas (veja aqui um outro texto meu falando justamente sobre isso: http://brasilicus.blogspot.com.br/2014/01/naquele-sofa-ele-deitava-sempre-e-me.html )
      Mas os pais do Caillou também nos enchem de culpa, né? Nós, pais normais, temos vontade de cortar os pulsos quando desligamos o desenho. E justamente por eles serem tão impecáveis é que um dia eu comentei isso com um amiga: "O Caillou é careca e nunca ninguém explicou o fato. Se ele tivesse câncer isso explica o porquê da delicadeza dos adultos no trato com ele."
      Este texto é velho e foi escrito MUITO antes de eu sequer ouvir falar sobre este boato de que talvez o Caillou seja a representação de uma criança com câncer (é boato). Eu nem sonhava que isso pudesse ser cogitado. Achei mesmo que fosse uma elocubração minha. Um dia me contaram essa história e eu achei graça pq já tinha pensado sobre isso aqui no blog.
      O "curta e grossa" não é grosseria, é apenas uma expressão, uma maneira direta de falar algo sério. Minha médica falou exatamente assim comigo quando foi me dar um diagnóstico difícil: "Vou ser curta e grossa: vc tem esclerose múltipla e nós vamos dar um jeito de te tratar da melhor forma possível." Não achei grosseiro. Eu gostei. Sem firulas e meias palavras. A ansiedade e a dúvida do diagnóstico é pior do que a notícia em si.
      Trabalhei, sim, muitos anos com crianças com câncer e é incrível como as famílias que escondem o diagnóstico dos filhos dificultam em muito a elaboração da doença pela criança. Na tentativa de poupar eles do sofrimento (que é bastante compreensível), eles acabam criando uma lacuna gigante na comunicação com a criança. Eles fingem que a enganam e elas fingem que acreditam. Todos sofrem em silêncio. É tudo muito triste.
      Com idosos a situação é também comum e muitas vezes eles acabam morrendo sem nunca terem tido a chance de conversar com os filhos/cônjuge sobre a morte iminente. Uma morte solitária.
      Estou bem cansada da interpretação equivocada das pessoas neste post. Nem me dou ao trabalho de responder. A gente quando joga um texto na internet está exposto a todo tipo de pessoas. São os ossos do ofício. É tão óbvio que eu nunca na vida seria grosseira com uma criança!! Tenha ela câncer ou não. O pior é que ninguém percebeu que a minha única mensagem real e séria no texto foi falar que a sobrevida do câncer infantil é altíssima e que, caso o Caillou realmente existisse (sempre é bom lembrar que ele não existe, rsrsr) e realmente tivesse câncer, as chances dele ser curado são boas. Só.
      Um grande beijo para você e obrigada por ser gentil :)

      Excluir
    2. PS: é óbvio que eu percebi desde o primeiro dia que a Uníqua usa um macacão. Mas como é da cor da pele dela eu poderia alegar que ela tá pelada e poder brincar com isso. Tudo não passou de bobagem, mas é incrível como as pessoas se irritam facilmente com este meu falso lapso. Tudo muito surreal, rs.

      Excluir
  38. Oi Cláudia, obrigada pela atenção. Agora compreendi melhor sua intenção e gostei! Assim q tiver um tempinho vou ler o artigo q sugeriu.
    Realmente, os pais do Caillou são os reis da paciência...rsrs...acho q nunca chegarei nesse nível...kkk
    E tbm já passei por isso , escrever um monte e perder...rsrs...maior raiva...rsrs...mas obrigada por escrever de novo.
    Boa sorte com seu blog! Sempre q possível vou acompanhar!
    Um bj, e desejo td de bom, principalmente na sua saúde!
    Att
    Juliane

    ResponderExcluir

Se você não tiver uma conta Google e quiser comentar: escreva na caixa, assine (para eu saber quem escreveu!) e escolha a opção "Anônimo". Pronto! Seu comentário aparecerá imediatamente no blog.